Pesquisar este blog

Carregando...

quinta-feira, 21 de julho de 2016

DPRÁXIS DE CARA NOVA!








           Em comemoração aos 5 anos da DPráxis Educação Física, demos uma repaginada no visual. Buscamos tornar a marca mais chamativa e confiável.

           Mais moderno e inovador, suas novas cores representam saúde, vitalidade, energia e confiança.

           Seu desenho representa o movimento e a leveza da prática da Ginástica Laboral.


                    Esperamos que gostem!!!

terça-feira, 5 de julho de 2016

APROVADA LEI DA OBRIGATORIEDADE DA GINÁSTICA LABORAL EM ÓRGÃOS PÚBLICOS



http://www.protecao.com.br/noticias/legal/aprova_obrigatoriedade_de_ginastica_laboral_no_servico_publico/JyyAA5jjA5/10464

sábado, 2 de julho de 2016

ALONGAR OU NÃO ALONGAR?





 Saiba como e quando usar o estica e puxa a favor dos exercícios físicos

          A dúvida sempre permaneceu, mas eis que surgiu a resposta: alongamento estático ( aquele parado) diminui sim a performance! Mas apenas quando a pessoa passa mais de 1 minuto na mesma posição. Mas convenhamos, que deixar de alongar só para "não comprometer o desempenho" faria pouquíssimo sentido. 
      
          Há basicamente dois tipos de alongamento:

ESTÁTICO: é o que fazemos parados. Possui a vantagem de relaxar a musculatura e propiciar uma maior amplitude de movimento. Em contrapartida, quando mal feito, atravanca a transmissão de ordens do cérebro para os membros e limita temporariamente a potência do músculo.

DINÂMICO: nele, você executa gestos repetitivos que espicham a musculatura (em geral, eles imitam os movimentos da atividade a ser realizada). É um aliado na ativação do sistema nervoso central e já serve como aquecimento. Porém, ainda não há evidências suficientes sobre sua capacidade de prevenir lesões.

          O alongamento estático protegem contra as lesões musculares agudas, aquelas derivadas de uma pancada ou sobrecarga, isso porque os músculos e tendões tornam-se mais complacentes. Assim, absorvem melhor o choque dos movimentos vigorosos.

          A principal diferença está na atividade exercida. Indivíduos que realizam contrações musculares muito vigorosas ou velozes ou práticas de necessitam de amplitude máxima nas articulações podem se benificiar mais de alongamentos estáticos. Já atividades caracterizadas por movimentos repetitivos, o mais indicado são alongamentos dinâmicos, pois irão "diferenciar" na atividade exercida.

Revista Saúde - 03/2016
          

terça-feira, 28 de junho de 2016

ÁGUA PARA EMAGRECER

       

          Aumentar um pouco o consumo diário já faz a diferença para baixar o ganho calórico, especialmente quando ele vem de produtos cheios de açúcar e gordura.

          Acrescentar um a três copos de água por dia na rotina propicia um maior controle do apetite e uma redução de 68cal a 205cal no consumo diário.

         E mais: baixou o nível de sódio, açúcar e colesterol.

          O ideal são 40ml por quilo de peso corporal, ou seja, uma pessoa de 70kg deveria ingerir 2,8 litros de água por dia. Mesmo que você consumir esta quantidade, vale a pena acrescentar um copo ou mais à rotina. O que não podemos é passar dos 5 litros.

          Mas vale lembrar: tem que ser água pura, nada de gaseificada,sucos ou refrigerantes.

                                                                             Revista Saúde é Vital - 04/2016
       

O USO DE CREATINA NA 3° IDADE

          Um dos maiores problemas da terceira idade é a perda da massa muscular. A creatina freia a sarcopenia, nome dado a este processo.

          Mas a melhor maneira de frear este processo é a prática de exercícios físicos. Mas o uso de suplementos também auxilia neste processo.

          " A creatina aumo aporte de líquidos e energia para o músculo, o acelera a recuperação." Explica João Felipe Mota.

          Mas antes de fazer seu uso, procure um profissional da saúde para uma orientação.

          Mas onde achamos a creatina??

                                             Revista Saúde é Vital - 04/2016

UM BOM CAFÉ DA MANHÃ PARA PERDER PESO



 Comer logo cedo contribui para um vida ativa.


          Um estudo da Universidade de Bath, na Inglaterra, mostrou que o grupo de consumia 700cal até as 11 horas da manhã exercitavam- se mais e atacavam menos a geladeira em comparação com o grupo que ingeriu apenas água.

          Um café da manhã enriquecido e equilibrado fornece nutrientes necessários para que o metabolismo funcione corretamente ( sabe a expressão"saco vazio não para em pé?").

          De " tanque cheio" temos mais disposição para as atividades do dia, inclusive aqueles exercícios que sempre inventamos uma desculpa para gazear.

                                           Revista Saúde é Vital - 05/2016
 

DORMIR BEM: A CURA PARA NOSSOS PROBLEMAS

       


          Pelo menos para alguns deles. Um bom sono deve combinar qualidade e tempo suficiente. Se o resultado desta equação não for positivo, podemos ficar irritados, estressados e, somando-se à agitação"tecnológica", diminuímos o rendimento diário do organismo.
       
          Uma boa noite de sono:

   # Ativa a memória
   # Melhora a concentração
   # Melhora a reparação dos tecidos ( sim!!! auxilia o aumento da massa muscular pós treino)
   # Combate o envelhecimento precoce: a renovação das células ocorre na madrugada. Noites mal dormidas acarretam em maior estresse, liberando mais radicais livres, envelhecendo os tecidos
   # Influencia o sobrepeso: quem dorme pouco tende a comer mais. Produz menos leptina( hormônio da saciedade) e mais grelina ( hormônio que estimula a fome).
   # Dificuldades de aprendizado: é durante o sono que armazenamos no córtex as memórias do dia, as enraizamos.
   # Diabetes: dormir mal gera resistência à insulina.
   # Mau humor e descontrole emocional: cérebro cansado não regula a produção de serotonina ( hormônio do humor) deixando o indivíduo irritado e deprimido.

                 
                                    Revista Saúde é Vital - 05/2016

EU TENHO FOME OCULTA?

         



          Um em cada quatro habitantes sofre desta síndrome que trz vários prejuízos à saúde, mas é desconhecida pela grande maioria da população.
          É explicada pela carência de um ou mais micronutrientes ( vitaminas e minerais), que participam na produção de enzimas e hormônios. Seus sintomas são cansaço, sonolência, dificuldade de concentração, humor instável e baixa na imunidade.
          Para combatê-la devemos ter uma dieta equilibrada e com o mínimo de produtos industrializados. O grande perigo é sua ação sorrateira: só a percebemos quando é tarde demais.

                                           Revista Saúde é Vital - 05/2016



AS FIBRAS: ONDE ENCONTRÁ-LAS?


      Podemos encontrá-las nas frutas, hortaliças e cereais. Porém, onde as encontramos em maior quantidade?

      Primeiro precisamos salientar que não existe uma quantidade certa a ser consumida, mas segundo a nutricionista Eliana Giuntini, o indicado seria 25mg diários.

      O melhor ainda são as leguminosas!!



                                                                           Revista Saúde é Vital - 05/2016

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Você sabe consumir enlatados?

Até dá para incluí-los na dieta, desde que haja cuidado para fazer isso sem prejudicar a saúde


                                  

Eles eram comuns nas situações de emergência, como uma viagem mais longa ou nas refeições rápidas para dias de férias. Mas a correria e falta de jeito para a cozinha transformaram os enlatados em donos de várias prateleiras na despensa. Carnes, vegetais, peixes e frutas em calda viram lanches práticos, aperitivos, sobremesas ou até ingredientes de receitas sofisticadas. 


Tanta versatilidade, entretanto, nem sempre rende uma dieta nutritiva. "Tem que saber como usar, definir maneiras saudáveis de preparo e tomar cuidado com o armazenamento das conservas", afirma a nutricionista Camila Leonel, da Unifesp. Está seguro de que passa por todas as etapas sem deslize? Então faça o teste a seguir e tire a prova. 

Os alimentos enlatados precisam ser lavados?

Sim, todos precisam ser lavados antes do consumo
Nota: As conservas são feitas à base de grande quantidade de aditivos químicos. Para eliminar os excessos, é aconselhável deixar o alimento pelo menos dez minutos escorrendo na água. Outra dica importante é lavar a própria embalagem antes de abrir o produto, eliminando impurezas contidas na superfície da lata e que podem entrar em contato com o alimento. "Passar uma bucha com detergente por toda a embalagem é o suficiente para uma boa higienização", afirma a nutricionista.
 Alimentos enlatados causam botulismo?
 Sim, mas hoje em dia os casos são bastante raros
Nota: A bactéria causadora do botulismo, a Clostridium botulinum, é encontrada em diversos meios desde que haja condições para o desenvolvimento como ausência de ar e pH acima de 4,5, quentes, úmidos, característica das latas de aço. Segundo a Abeaço, casos de botulismo que envolvam o consumo de latas de aço industrializadas são realmente raros. ?Os casos, em sua grande maioria, envolvem alimentos em conservas vegetais artesanais. A alta temperatura e o controle da acidez normalmente matam todos os microrganismos nocivos à saúde?, diz a Engenheira de alimentos formada Thais Fagury, gerente executiva da Abeaço.
Os alimentos enlatados:

Têm menos nutrientes que os alimentos frescos
Nota: Os enlatados ficam em desvantagem de nutriente se comparados aos alimentos frescos. "A maior diferença aparece na carne e nas frutas", afirma a nutricionista Ana Maria Figueiredo, da Unifesp. Os índices de perda de nutrientes variam entre fabricantes e o único jeito de comparar é avaliando os rótulos de cada um. No entanto, há casos em que os alimentos enlatados são mais nutritivos do que os alimentos frescos, como é o caso da ervilha, segundo um estudo realizado pela Universidade de Illiois.
Alimentos enlatados precisam ser colocados na geladeira?

Não, apenas se forem abertos
Nota: As conservas só devem ir para a geladeira depois de abertas - o processamento em alta temperatura e a ausência de ar e de luz dentro da embalagem impede que qualquer tipo de bactéria ou fungo estrague o alimento. Os enlatados podem ser guardados tanto na própria lata como também em uma embalagem de plástico. Em nenhum dos casos existe risco maior de proliferação de bactérias.
 Latas amassadas e estufadas oferecem mesmo risco?
 Não, apenas latas já abertas apresentam riscos para consumo
Nota: Antigamente, as embalagens amassadas eram mais propensas à formação de bactérias, já que a camada de verniz que impermeabiliza a lata pode era rígida e sofria avarias com um amassado na lata. "Pequenos furinhos na embalagem bastavam para deixar o alimento exposto à luz e à poeira das prateleiras, levando à proliferação de bactérias", explica Ana Maria Figueiredo. Mas, segundo a Associação Brasileira de Embalagem de Aço, hoje em dia, a película interna que impermeabiliza as latas é elástica, fazendo com que o alimento não entre em contato com o aço. O real perigo são as latas estufadas, que pode indicar fermentação causada por microrganismos. Rejeite também latas com tampas enferrujadas e com vazamentos.
O liquido dentro da embalagem deve ser:

 Pode variar de cor conforme o alimento
Nota: De acordo com a Abeaço, o líquido pode variar de cor conforme o alimento. No caso de conservas de milho ele é claro; conservas de ervilha, um pouco mais turvo e, conservas de frutas, mais cristalino amarelado tendendo para o viscoso.
Conservas apresentam mais sódio do que os alimentos frescos?

Sim, o sódio é necessário para aumentar conservação
Nota: Os alimentos enlatados realmente contêm mais sódio do que as suas versões frescas, o mineral é um dos responsáveis pela conservação de alguns alimentos dentro da lata. "O sódio dos enlatados está presente em três formas: fosfato de sódio, carbonato de sódio e benzoato de sódio, substâncias usadas na conservação de produtos processados", diz a nutricionista Camila Leonel. "No caso de conservas, como milho e ervilha, por exemplo, é utilizado apenas salmoura (água e sal), o que não é recomendado para pessoas hipertensas e diabéticas. Para esse público em especial, já existem conservas cozidas no vapor, dentro da própria lata, dispensando qualquer aditivo natural ou químico", diz Thais Fagury, gerente executiva da Abeaço.
O caldo que fica na lata é indicado para consumo?
Não, ele contém muitos conservantes
Nota: O caldo contido nas latas contém grandes quantidades de sódio, por isso o seu consumo deve ser evitado, principalmente por pessoas hipertensas e com diabetes. "O maior perigo está no excesso de sódio, que retém líquidos no corpo e aumenta a pressão sanguínea", explica a nutricionista Camila Leonel.
Qual a validade máxima de um alimento enlatado fechado?
Até dois anos
Nota: Os alimentos enlatados possuem vida de prateleira bastante prolongada, geralmente duram dois anos - no caso dos peixes, o prazo de validade pode chegar a cinco anos. Mas, após serem abertos para consumo, as conservas estragam tão rápido quanto alimentos frescos.
Enlatados causam dor de cabeça?
 Pode acontecer em algumas pessoas que sofrem de enxaqueca comem alimentos embutidos
Nota: Estudos feitos pela Universidade da Carolina do Norte mostraram que o glutamato monossódico, um aditivo encontrado em qualquer tipo de alimento embutido, pode levar a liberação de acetilcolina, estimulante nervoso que, além de ter papel na contração dos músculos, pode causar crises de enxaqueca em algumas pessoas que já sofrem com esse mal. "Como alguns alimentos embutidos são enlatados acontece essa confusão. Essa quadro não se repete em outros tipos de alimentos em conserva, como frutas, legumes, peixes e outros", explica Thais Fagury, gerente executiva da Abeaço.
As conservas fazem mal para quem tem gastrite? 
 Pode acontecer em algumas pessoas que sofrem de gastrite
Nota: Produtos ricos em conservantes, como é o caso dos alimentos enlatados, podem disparar uma crise de gastrite. "Os condimentos da conserva irritam a mucosa gástrica", afirma a nutricionista Amanda Epifânio, do Centro Integrado de Terapia Nutricional.
Fonte: Site minavida.com.br